sábado, 30 de novembro de 2013

CACHORROS PROVOCAM ACIDENTE NA BR 420 NA CIDADE DE JAGUAQUARA

A falta de ação do poder público e a irresponsabilidade de alguns criadores de animais podem causar desde acidentes leves, até com vitimas fatais. Por volta das 15h deste sábado, três cachorros que perambulavam pela BR-420, trecho urbano da cidade de Jaguaquara, provocaram um acidente por volta das 15h deste sábado (30), envolvendo um carro modelo Chevrolet Sonic, com placa OUG 1900, licenciado de Jequié, conduzido pelo médico Francisco Carlos Marques, 58 aos, morador de Jequié,  perdeu o controle da direção ao tentar desviar dos cachorros vindo a subir num canteiro que divide a estrada, colidindo frontalmente com um poste, já na saída em direção ao Entroncamento de Jaguaquara. Com o impacto da colisão, o carro  rodopiou e parou no sentido contrário da pista. O médico viajava em companhia de seus pais, um casal de idosos, que foram socorrido cerca de 40 minutos depois por uma equipe do SAMU ao Hospital Municipal, mas sem ferimentos. 
O idoso sofreu  uma leve pancada no peito e o médico já o médico sofreu um corte na mão. 
O poste caiu na via após a colisão e o trânsito ficou parcialmente bloqueado, sendo contornado pela Polícia Militar, que acionou a Coelba e também a Polícia Rodoviária Federal para realizerem  a ocorrência.

Fotos: Blog Marcos Frahm

CACHORROS PROVOCAM ACIDENTE NA BR 420 NA CIDADE DE JAGUAQUARA

A falta de ação do poder público e a irresponsabilidade de alguns criadores de animais podem causar desde acidentes leves, até com vitimas fatais. Por volta das 15h deste sábado, três cachorros que perambulavam pela BR-420, trecho urbano da cidade de Jaguaquara, provocaram um acidente por volta das 15h deste sábado (30), envolvendo um carro modelo Chevrolet Sonic, com placa OUG 1900, licenciado de Jequié, conduzido pelo médico Francisco Carlos Marques, 58 aos, morador de Jequié,  perdeu o controle da direção ao tentar desviar dos cachorros vindo a subir num canteiro que divide a estrada, colidindo frontalmente com um poste, já na saída em direção ao Entroncamento de Jaguaquara. Com o impacto da colisão, o carro  rodopiou e parou no sentido contrário da pista. O médico viajava em companhia de seus pais, um casal de idosos, que foram socorrido cerca de 40 minutos depois por uma equipe do SAMU ao Hospital Municipal, mas sem ferimentos. 
O idoso sofreu  uma leve pancada no peito e o médico já o médico sofreu um corte na mão. 
O poste caiu na via após a colisão e o trânsito ficou parcialmente bloqueado, sendo contornado pela Polícia Militar, que acionou a Coelba e também a Polícia Rodoviária Federal para realizerem  a ocorrência.

Fotos: Blog Marcos Frahm

A hora do mensalão mineiro (PSDB)


Com a prisão dos mensaleiros, especialmente do ex-primeiro-ministro José Dirceu, o brasileiro agora tem certeza de que gente de cima vai para cadeia. O recado está dado a todos aqueles que já corromperam muito apostando na impunidade – até então com toda razão.
Em virtude da preocupação com as verbas de publicidade do governo federal, grande parte da mídia vem dando eco à choradeira dos advogados dos presos, perdidos com a quebra da espinha dorsal de suas habituais chicanas.
Há uma inquietação exacerbada de alguns setores da sociedade, especialmente de funcionários públicos comissionados, de que essa punição não passa de perseguição ao governo ou que será apenado apenas esse caso. Alegam que a corrupção grassa neste país desde que foi descoberto e que só agora houve prisão.
É gritantemente lógico que uma hora se faz o que deveria ter sido feito antes. Foi assim com a escravidão, vai ser assim com a manutenção do voto obrigatório, com a necessidade de reconhecimento de firma e tantas outras situações tipicamente brasileiras. Não seria diferente para frear a impunidade generalizada.
Esses torcedores são capazes de ignorar que sete dos onze ministros do Supremo Tribunal Federal – STF foram nomeados por Lula ou por Dilma Rousseff. Se a Suprema Corte é um primor ou um covil, a responsabilidade não é de outro governo.
Esse raciocínio se assemelha ao de quem defendesse o direito de um ladrão não ser preso por ter sido pego no primeiro assalto a banco porque outro mais esperto ficou imune após vários assaltos. Para um petista inebriado pela mania de conspiração, não se aplica o princípio legal da individualização da pena nem a popular lógica de que cada um responde pelos seus atos.
Ninguém de bom-senso se pode dar por satisfeito com a punição apenas de um caso isolado. As instituições têm que funcionar para punir a todos, especialmente àquele que se aproveita da confiança e da fé pública para meter a mão exatamente no que deveria cuidar.
Por isso, esse julgamento será muito mais relevante se servir como marco de ruptura com a impunidade do que pela punição em si. O Ministério Público Federal e o próprio Supremo Tribunal – STF devem se equipar de tecnologia avançada para acelerar o andamento do mensalão mineiro a fim de evitar a prescrição, uma indústria que imperou até hoje em benefício do andar de cima. É bom que todos saibam que o relator é o ministro Luís Roberto Barroso, que pegou o processo num espaço exíguo de tempo, caso se confirme a possibilidade de prescrição em 2014. Com certeza não deixará de ser julgado, mesmo que haja um esforço concentrado. Além disso, os futuros julgamentos precisam ser mais céleres. Ao contrário do que a maioria interessada diz, a eternidade não qualifica nenhum julgamento.
Assim como não podem ficar impunes as máfias do cartel no metrô do estado de São Paulo, da prefeitura da Capital/SP com a cobrança de propina às construtoras, o Carlinhos Cachoeira, a investigação da riqueza de Antonio Palocci, cuja residência, de milhões de reais, era de propriedade de um ajudante de pedreiro desempregado e muitos outros. Sem esquecer as quase duzentas ações penais contra políticos tramitando, em banho-maria, no STF, relacionadas pela revista Carta Capital.
O STF também deve redobrar o cuidado para evitar a concessão de habeas corpus de legalidade duvidosa e de resultados catastróficos. Gilmar Mendes tem no seu currículo a soltura do banqueiro Daniel Dantas e de Roger Abdelmassih, condenado a quase 300 anos de prisão, ficando livre como um passarinho para continuar estuprando as suas pacientes. Após essas prisões, toda a Justiça brasileira estará na berlinda e terá que ser célere e implacável com a impunidade, sob pena de ter dado um tiro no próprio pé e ficar ainda mais desacreditada.

Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP
     Bacharel em direito

A hora do mensalão mineiro (PSDB)


Com a prisão dos mensaleiros, especialmente do ex-primeiro-ministro José Dirceu, o brasileiro agora tem certeza de que gente de cima vai para cadeia. O recado está dado a todos aqueles que já corromperam muito apostando na impunidade – até então com toda razão.
Em virtude da preocupação com as verbas de publicidade do governo federal, grande parte da mídia vem dando eco à choradeira dos advogados dos presos, perdidos com a quebra da espinha dorsal de suas habituais chicanas.
Há uma inquietação exacerbada de alguns setores da sociedade, especialmente de funcionários públicos comissionados, de que essa punição não passa de perseguição ao governo ou que será apenado apenas esse caso. Alegam que a corrupção grassa neste país desde que foi descoberto e que só agora houve prisão.
É gritantemente lógico que uma hora se faz o que deveria ter sido feito antes. Foi assim com a escravidão, vai ser assim com a manutenção do voto obrigatório, com a necessidade de reconhecimento de firma e tantas outras situações tipicamente brasileiras. Não seria diferente para frear a impunidade generalizada.
Esses torcedores são capazes de ignorar que sete dos onze ministros do Supremo Tribunal Federal – STF foram nomeados por Lula ou por Dilma Rousseff. Se a Suprema Corte é um primor ou um covil, a responsabilidade não é de outro governo.
Esse raciocínio se assemelha ao de quem defendesse o direito de um ladrão não ser preso por ter sido pego no primeiro assalto a banco porque outro mais esperto ficou imune após vários assaltos. Para um petista inebriado pela mania de conspiração, não se aplica o princípio legal da individualização da pena nem a popular lógica de que cada um responde pelos seus atos.
Ninguém de bom-senso se pode dar por satisfeito com a punição apenas de um caso isolado. As instituições têm que funcionar para punir a todos, especialmente àquele que se aproveita da confiança e da fé pública para meter a mão exatamente no que deveria cuidar.
Por isso, esse julgamento será muito mais relevante se servir como marco de ruptura com a impunidade do que pela punição em si. O Ministério Público Federal e o próprio Supremo Tribunal – STF devem se equipar de tecnologia avançada para acelerar o andamento do mensalão mineiro a fim de evitar a prescrição, uma indústria que imperou até hoje em benefício do andar de cima. É bom que todos saibam que o relator é o ministro Luís Roberto Barroso, que pegou o processo num espaço exíguo de tempo, caso se confirme a possibilidade de prescrição em 2014. Com certeza não deixará de ser julgado, mesmo que haja um esforço concentrado. Além disso, os futuros julgamentos precisam ser mais céleres. Ao contrário do que a maioria interessada diz, a eternidade não qualifica nenhum julgamento.
Assim como não podem ficar impunes as máfias do cartel no metrô do estado de São Paulo, da prefeitura da Capital/SP com a cobrança de propina às construtoras, o Carlinhos Cachoeira, a investigação da riqueza de Antonio Palocci, cuja residência, de milhões de reais, era de propriedade de um ajudante de pedreiro desempregado e muitos outros. Sem esquecer as quase duzentas ações penais contra políticos tramitando, em banho-maria, no STF, relacionadas pela revista Carta Capital.
O STF também deve redobrar o cuidado para evitar a concessão de habeas corpus de legalidade duvidosa e de resultados catastróficos. Gilmar Mendes tem no seu currículo a soltura do banqueiro Daniel Dantas e de Roger Abdelmassih, condenado a quase 300 anos de prisão, ficando livre como um passarinho para continuar estuprando as suas pacientes. Após essas prisões, toda a Justiça brasileira estará na berlinda e terá que ser célere e implacável com a impunidade, sob pena de ter dado um tiro no próprio pé e ficar ainda mais desacreditada.

Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP
     Bacharel em direito

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

UMA AMBULÂNCIA COM PACIENTE E UM CAMINHÃO DE JAGUAQUARA SE ENVOLVEM EM ACIDENTES EM RODOVIAS BAIANAS


Uma ambulância do município de Jaguaquara se envolveu em um grave acidente ocorrido na tarde de quarta-feira (27), na BR-116.  Segundo informações o acidente aconteceu nas imediações do município de Santo Estevão, na região de Feira de Santana. A ambulancia que conduzia um paciente para Salvador teria colidido frontalmente com outros veículos. Na colisão, não houve vítima fatal, mas seis pessoas ficaram feridas e foram socorridas por equipes da Via Bahia para unidades de saúde da região.  A ambulância era conduzida pelo motorista Djalma Cardoso, que também ficou ferido más não corre risco de morte. 
Já o segundo acidente envolvendo pessoas de Jaguaquara ocorreu com um caminhão Mercedes-Benz pertencente à empresa ”Lealdade Hortifruti”, sediada em Jaguaquara, que teria tombado na noite de quarta-feira (27) em uma rodovia na região da Chapada Diamantina, próximo a Tanhaçu (BA). As informações dão conta de que um carona que era da região onde ocorreu o acidente não resistiu aos ferimentos e morreu. Já o motorista do caminhão, morador de Jaguaquara, de nome não divulgado, sofreu leves escoriações e passa bem.
Foto: Ariana Machado

UMA AMBULÂNCIA COM PACIENTE E UM CAMINHÃO DE JAGUAQUARA SE ENVOLVEM EM ACIDENTES EM RODOVIAS BAIANAS


Uma ambulância do município de Jaguaquara se envolveu em um grave acidente ocorrido na tarde de quarta-feira (27), na BR-116.  Segundo informações o acidente aconteceu nas imediações do município de Santo Estevão, na região de Feira de Santana. A ambulancia que conduzia um paciente para Salvador teria colidido frontalmente com outros veículos. Na colisão, não houve vítima fatal, mas seis pessoas ficaram feridas e foram socorridas por equipes da Via Bahia para unidades de saúde da região.  A ambulância era conduzida pelo motorista Djalma Cardoso, que também ficou ferido más não corre risco de morte. 
Já o segundo acidente envolvendo pessoas de Jaguaquara ocorreu com um caminhão Mercedes-Benz pertencente à empresa ”Lealdade Hortifruti”, sediada em Jaguaquara, que teria tombado na noite de quarta-feira (27) em uma rodovia na região da Chapada Diamantina, próximo a Tanhaçu (BA). As informações dão conta de que um carona que era da região onde ocorreu o acidente não resistiu aos ferimentos e morreu. Já o motorista do caminhão, morador de Jaguaquara, de nome não divulgado, sofreu leves escoriações e passa bem.
Foto: Ariana Machado

COMERCIANTE FOI PRESO EM CRAVOLÂNDIA ACUSADO DE PEDOFILIA EM LAJEDO DO TABOCAL

Na tarde desta última quarta feira (27) a Policia Militar prendeu na cidade de Cravolândia um homem acusado de cometer crime de pedofilia em Lajedo do Tabocal. Segundo a Polícia Civil local, a prisão se deu em resposta a um mandado de prisão, expedido pela Juíza de Jaguaquara Dra. Andréa Padilha Sodré Leal Palmarella, que responde também pela cidade de Lajedo e Itiruçu. Na ação foi preso o comerciante de iniciais J. F. C., 56 anos, pela acusação de ter relações sexuais com uma menor de 14 anos dentro do seu estabelecimento comercial, localizado no bairro Sena, em Lajedo. José Francisco foi levado ao Complexo Policial de Lajedo do Tabocal e está na carceragem da unidade prisional a disposição da Justiça.

Foto: Vandinho Maracás

COMERCIANTE FOI PRESO EM CRAVOLÂNDIA ACUSADO DE PEDOFILIA EM LAJEDO DO TABOCAL

Na tarde desta última quarta feira (27) a Policia Militar prendeu na cidade de Cravolândia um homem acusado de cometer crime de pedofilia em Lajedo do Tabocal. Segundo a Polícia Civil local, a prisão se deu em resposta a um mandado de prisão, expedido pela Juíza de Jaguaquara Dra. Andréa Padilha Sodré Leal Palmarella, que responde também pela cidade de Lajedo e Itiruçu. Na ação foi preso o comerciante de iniciais J. F. C., 56 anos, pela acusação de ter relações sexuais com uma menor de 14 anos dentro do seu estabelecimento comercial, localizado no bairro Sena, em Lajedo. José Francisco foi levado ao Complexo Policial de Lajedo do Tabocal e está na carceragem da unidade prisional a disposição da Justiça.

Foto: Vandinho Maracás

HOMEM FOI PRESO EM ITIRUÇU ACUSADO DE APLICAR GOLPES EM APOSENTADOS E PENSIONISTAS NA REGIÇÃO

Foi preso em na cidade de Itiruçu, Cleber Luís Silva de Oliveira, 31 anos, acusado de cometer vários golpes contra aposentados e pensionistas da região.  Contra ele havia um mandato de prisão expedido pela Juíza de Direito da cidade de Jaguaquara, Drª Andréia Padilha Sodré Leal Palmarella, que também responde pelos município de Itiruçu e Lajedo do Tabocal.
Ele foi denunciado por diversas pessoas na Delegacia de Policia de Lajedo do Tabocal, onde o inquérito policial foi instaurado pelo Delegado Dr. Carlos Humberto.
Segundo o inquérito, Kleber aplicava os golpes convencendo as vitimas a fazerem empréstimos, em seguida ele é acusado de desviar grande parte desse dinheiro. O acusado que foi em Itiruçu foi recambiado a cadeia da Delegacia de Lajedo do Tabocal, onde está preso a disposição da Justiça. 

Foto: Vandinho Maracas.

HOMEM FOI PRESO EM ITIRUÇU ACUSADO DE APLICAR GOLPES EM APOSENTADOS E PENSIONISTAS NA REGIÇÃO

Foi preso em na cidade de Itiruçu, Cleber Luís Silva de Oliveira, 31 anos, acusado de cometer vários golpes contra aposentados e pensionistas da região.  Contra ele havia um mandato de prisão expedido pela Juíza de Direito da cidade de Jaguaquara, Drª Andréia Padilha Sodré Leal Palmarella, que também responde pelos município de Itiruçu e Lajedo do Tabocal.
Ele foi denunciado por diversas pessoas na Delegacia de Policia de Lajedo do Tabocal, onde o inquérito policial foi instaurado pelo Delegado Dr. Carlos Humberto.
Segundo o inquérito, Kleber aplicava os golpes convencendo as vitimas a fazerem empréstimos, em seguida ele é acusado de desviar grande parte desse dinheiro. O acusado que foi em Itiruçu foi recambiado a cadeia da Delegacia de Lajedo do Tabocal, onde está preso a disposição da Justiça. 

Foto: Vandinho Maracas.

ITIRUÇU: APÓS VÁRIAS RECLAMAÇÕES DERBA TAPA BURACOS NA BA 250

Após várias denuncias neste blog e em outros da região, assim como constantes reclamações na Itiruçu FM por parte da população pedindo uma ação do DERBA com relação a vários buracos que apareceram na BA 250, no trecho de Itiruçu a Lajedo do Tabocal, principalmente entre o trevo e a antiga associação das Gerberas de Itiruçu, finalmente, na tarde desta quarta feira (27) foram realizadas as tapagens dos buracos existentes, nas referidas localidades, por uma equipe do DERBA.
Situação atual
O trecho já foi inclusive reparado outras vezes, porem sempre os buracos voltam. O que se nota, é que devido ao desgaste natural do asfalto que já tem mais de 10 anos, várias fissuras começam a surgir repentinamente, tonando-se logo buracos logo em seguida. Dessa forma a operação tapa-buracos  do DERBA é apenas um paliativo, pois sempre depois dos reparos passado alguns dias os buracos voltam a reaparecer, levando riscos eminente de acidentes para quem transita pelo local.
Situação antes
O vereador Bauro (DEM), entrou em contato com nossa redação e lembrou também de suas reivindicações junto ao órgão estatal, e disse que já fez solicitações de um novo asfalto para o trecho como forma de sanar o problema de vez. Nossa reportagem também enviou por email várias fotos do trecho a superintendência do DERBA afim de que eles tomassem alguma providencia com o trecho que inclusive já teve acidentes com vitimas fatais, e quando os buracos aparecem sempre levam perigo, devido ao local ter bastante curvas.
Um outra reclamação atendida também foi a suavização de um "quebra-mola" (redutor de velocidade) nas imediações do povoado da Lagoa Nova no Entroncamento de Jaguaquara. Onde muitos condutores pediam soluções pois tiveram problemas mecânicos com seus automóveis, principalmente taxistas, devida a elevação desordenada do redutor.

ITIRUÇU: APÓS VÁRIAS RECLAMAÇÕES DERBA TAPA BURACOS NA BA 250

Após várias denuncias neste blog e em outros da região, assim como constantes reclamações na Itiruçu FM por parte da população pedindo uma ação do DERBA com relação a vários buracos que apareceram na BA 250, no trecho de Itiruçu a Lajedo do Tabocal, principalmente entre o trevo e a antiga associação das Gerberas de Itiruçu, finalmente, na tarde desta quarta feira (27) foram realizadas as tapagens dos buracos existentes, nas referidas localidades, por uma equipe do DERBA.
Situação atual
O trecho já foi inclusive reparado outras vezes, porem sempre os buracos voltam. O que se nota, é que devido ao desgaste natural do asfalto que já tem mais de 10 anos, várias fissuras começam a surgir repentinamente, tonando-se logo buracos logo em seguida. Dessa forma a operação tapa-buracos  do DERBA é apenas um paliativo, pois sempre depois dos reparos passado alguns dias os buracos voltam a reaparecer, levando riscos eminente de acidentes para quem transita pelo local.
Situação antes
O vereador Bauro (DEM), entrou em contato com nossa redação e lembrou também de suas reivindicações junto ao órgão estatal, e disse que já fez solicitações de um novo asfalto para o trecho como forma de sanar o problema de vez. Nossa reportagem também enviou por email várias fotos do trecho a superintendência do DERBA afim de que eles tomassem alguma providencia com o trecho que inclusive já teve acidentes com vitimas fatais, e quando os buracos aparecem sempre levam perigo, devido ao local ter bastante curvas.
Um outra reclamação atendida também foi a suavização de um "quebra-mola" (redutor de velocidade) nas imediações do povoado da Lagoa Nova no Entroncamento de Jaguaquara. Onde muitos condutores pediam soluções pois tiveram problemas mecânicos com seus automóveis, principalmente taxistas, devida a elevação desordenada do redutor.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

PREFEITO FALA SOBRE INUNDAÇÕES E PROMETE SOLUÇÕES PARA OS PROBLEMAS


Após as fortes chuvas que caíram na cidade de Itiruçu no final da tarde de terça feira (26), que causou inclusive várias inundações de residencia e casas comerciais do centro e do Bairro Itiruçuzinho, o prefeito Wagner Novaes, telefonou para o programa Giro Total da Itiruçu FM para falar sobre as ações a serem realizadas pelo poder público sobre o assunto. 
Wagner disse ser solidário para com a população que sofreu prejuízos pelas inundações e garantiu que a partir de Janeiro de 2014 uma solução será trabalhada pela prefeitura para evitar futuros sofrimentos da população. Ele afirmou que com apoio dos deputados Marcos Medrado e seu aliado Jutahy, conseguiu um emenda de mais de 2 milhões, já disponível para que o município comece as obras de reconstrução do sistema pluvial que deverá desembocar as águas que hoje desce de toda a cidade em direção ao centro, para fora da comunidade. Já que o atual, construído em sua antiga gestão hoje não é eficiente para escoar toda a água.
O prefeito também prometeu solução para uma antiga reivindicação dos moradores da Rua Adolfo Elias de Andrade, no Itiruçuzinho, onde com qualquer chuva, sempre inunda as casas, causando transtornos aos moradores, devido a um trecho onde após a colocação de uma tubulação de esgoto, acabou por ceder acumulando assim águas.
Um outro fator preponderante para as inundações em Itiruçu, é a questão de que muitos entulhos e lixos são jogados nas bocas de lobo, e isto acaba interferindo no escoamento das águas.
Wagner apontou outro problema, segundo ele criado por alguns moradores, que aproveitando as tubulações existentes apenas para o escoamento das águas, ligaram suas tubulações de esgoto domestico as tubulações que apenas era para o escoamento pluvial, fazendo com que haja obstrução das redes. Ele disse ainda de que quando isso acontece, nas cheias, com as tubulações obstruídas por dejetos, a água acaba voltando e saindo pelos vasos sanitários e ralos de banheiros dos moradores da localidade. O prefeito garantiu que estas tubulações de esgotos domésticos serão tapados pela prefeitura, afim de evitar outros problemas no futuro.

PREFEITO FALA SOBRE INUNDAÇÕES E PROMETE SOLUÇÕES PARA OS PROBLEMAS


Após as fortes chuvas que caíram na cidade de Itiruçu no final da tarde de terça feira (26), que causou inclusive várias inundações de residencia e casas comerciais do centro e do Bairro Itiruçuzinho, o prefeito Wagner Novaes, telefonou para o programa Giro Total da Itiruçu FM para falar sobre as ações a serem realizadas pelo poder público sobre o assunto. 
Wagner disse ser solidário para com a população que sofreu prejuízos pelas inundações e garantiu que a partir de Janeiro de 2014 uma solução será trabalhada pela prefeitura para evitar futuros sofrimentos da população. Ele afirmou que com apoio dos deputados Marcos Medrado e seu aliado Jutahy, conseguiu um emenda de mais de 2 milhões, já disponível para que o município comece as obras de reconstrução do sistema pluvial que deverá desembocar as águas que hoje desce de toda a cidade em direção ao centro, para fora da comunidade. Já que o atual, construído em sua antiga gestão hoje não é eficiente para escoar toda a água.
O prefeito também prometeu solução para uma antiga reivindicação dos moradores da Rua Adolfo Elias de Andrade, no Itiruçuzinho, onde com qualquer chuva, sempre inunda as casas, causando transtornos aos moradores, devido a um trecho onde após a colocação de uma tubulação de esgoto, acabou por ceder acumulando assim águas.
Um outro fator preponderante para as inundações em Itiruçu, é a questão de que muitos entulhos e lixos são jogados nas bocas de lobo, e isto acaba interferindo no escoamento das águas.
Wagner apontou outro problema, segundo ele criado por alguns moradores, que aproveitando as tubulações existentes apenas para o escoamento das águas, ligaram suas tubulações de esgoto domestico as tubulações que apenas era para o escoamento pluvial, fazendo com que haja obstrução das redes. Ele disse ainda de que quando isso acontece, nas cheias, com as tubulações obstruídas por dejetos, a água acaba voltando e saindo pelos vasos sanitários e ralos de banheiros dos moradores da localidade. O prefeito garantiu que estas tubulações de esgotos domésticos serão tapados pela prefeitura, afim de evitar outros problemas no futuro.

ITIRUÇU: APESAR DE MUITA CHUVAS, BARRAGEM QUE ABASTECE A CIDADE E LAJEDO ESTÁ EM NÍVEL CRITICO

Apesar da fortes chuvas que caíram na cidade de Itiruçu no final da tarde de terça feira, que causou inclusive várias inundações de residencia e casas comerciais do centro e do Bairro Itiruçuzinho, a barragem que abastece a cidade além de Lajedo do Tabocal, está em nível critico. Isto por que as chuvas que ultrapassaram os 50 milímetros em alguns pontos da cidade de Itiruçu, praticamente não caiu nas imediações da represa, que fica entre os município de Itiruçu e Lajedo.
O fato deixa a população em alerta para possíveis falta do liquido precioso, pois relatos apontam que a barragem só tem cerca de 1,80 de profundidade, dos mais de 5 metros.
Desde então a EMBASA que administra o fornecimento d'água para os municípios já deverá pensar numa provável solução para o problema, e a população apesar das chuvas na sede, evitar o desperdício de água potável.

ITIRUÇU: APESAR DE MUITA CHUVAS, BARRAGEM QUE ABASTECE A CIDADE E LAJEDO ESTÁ EM NÍVEL CRITICO

Apesar da fortes chuvas que caíram na cidade de Itiruçu no final da tarde de terça feira, que causou inclusive várias inundações de residencia e casas comerciais do centro e do Bairro Itiruçuzinho, a barragem que abastece a cidade além de Lajedo do Tabocal, está em nível critico. Isto por que as chuvas que ultrapassaram os 50 milímetros em alguns pontos da cidade de Itiruçu, praticamente não caiu nas imediações da represa, que fica entre os município de Itiruçu e Lajedo.
O fato deixa a população em alerta para possíveis falta do liquido precioso, pois relatos apontam que a barragem só tem cerca de 1,80 de profundidade, dos mais de 5 metros.
Desde então a EMBASA que administra o fornecimento d'água para os municípios já deverá pensar numa provável solução para o problema, e a população apesar das chuvas na sede, evitar o desperdício de água potável.

Entroncamento de Jaguaquara: Homem não teria morrido em pousada, más sim a caminho do hospital, diz testemunhas

Um homem de 49 anos identificado como Paulo Souza morreu na manhã desta quarta feira (27), após passar mal dentro de uma pousada no Entroncamento de Jaguaquara. Informações policiais apontam que Paulo trabalhava como vendedor de confecções na região e teria se hospedado na Pousada Silvestre, onde foi encontrado por funcionários passando mal. Momento em que foi tentado a reanimação do mesmo, mas sem sorte. A informações que tentaram socorrer Paulo até uma clinica médica mais próxima, más por não ter médico, o mesmo teve que ser transladado ao hospital de Jaguaquara, onde já chegou sem vida. 
A polícia está investigando o caso, más acredita na hipótese de Paulo Souza ter sofrido um infarto, pois o mesmo já apresentava sintomas como falta de ara constantes, segundo populares.
A principio, as informações que nos foi repassado era de que o mesmo teria sido encontrado morto dentro da pousado. Más no final da tarde recebemos a informação confirmando de que o mesmo ainda teria sido encontrado com vida e que tentaram socorrer.  O fato teria ocorrido no inicio da manhã desta quarta (27). Paulo era casado e deixou filhos. Ele era muito conhecido na região, onde trabalhava como vendedor a muitos anos.

Foto: Blog Marcos Frahm

Entroncamento de Jaguaquara: Homem não teria morrido em pousada, más sim a caminho do hospital, diz testemunhas

Um homem de 49 anos identificado como Paulo Souza morreu na manhã desta quarta feira (27), após passar mal dentro de uma pousada no Entroncamento de Jaguaquara. Informações policiais apontam que Paulo trabalhava como vendedor de confecções na região e teria se hospedado na Pousada Silvestre, onde foi encontrado por funcionários passando mal. Momento em que foi tentado a reanimação do mesmo, mas sem sorte. A informações que tentaram socorrer Paulo até uma clinica médica mais próxima, más por não ter médico, o mesmo teve que ser transladado ao hospital de Jaguaquara, onde já chegou sem vida. 
A polícia está investigando o caso, más acredita na hipótese de Paulo Souza ter sofrido um infarto, pois o mesmo já apresentava sintomas como falta de ara constantes, segundo populares.
A principio, as informações que nos foi repassado era de que o mesmo teria sido encontrado morto dentro da pousado. Más no final da tarde recebemos a informação confirmando de que o mesmo ainda teria sido encontrado com vida e que tentaram socorrer.  O fato teria ocorrido no inicio da manhã desta quarta (27). Paulo era casado e deixou filhos. Ele era muito conhecido na região, onde trabalhava como vendedor a muitos anos.

Foto: Blog Marcos Frahm

SANTA INÊS: Polícia encontra corpo carbonizado

O corpo de um homem de identidade não revelado foi encontrado carbonizado e comperfurações a balas na manhã desta quarta-feira (27) na cidade de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá. Informações preliminares, dão conta de que a vítima aparentava ter entre 28 a 30 anos. O Delegado Chardison Castro está investigado o caso. Peritos da Polícia Técnica de Jequié estiveram em Santa Inês e o corpo foi levado ao IML de Jequié.


Foto: SBL

SANTA INÊS: Polícia encontra corpo carbonizado

O corpo de um homem de identidade não revelado foi encontrado carbonizado e comperfurações a balas na manhã desta quarta-feira (27) na cidade de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá. Informações preliminares, dão conta de que a vítima aparentava ter entre 28 a 30 anos. O Delegado Chardison Castro está investigado o caso. Peritos da Polícia Técnica de Jequié estiveram em Santa Inês e o corpo foi levado ao IML de Jequié.


Foto: SBL

terça-feira, 26 de novembro de 2013

ITIRUÇU: CHUVAS CAUSARAM ALAGAMENTOS, INUNDAÇÕES E PREJUÍZOS NA CIDADE (veja fotos e video)

As chuvas que caíram no final da tarde desta terça feira (26) causaram transtornos na cidade de Itiruçu. Após dias de muito calor e ameaças de chuvas, finalmente as águas caíram no município, sendo  em maior volume, suficientes para causar alagamentos, transtornos e prejuízos no centro da cidade. 
Com cerca de 1 hora e meia de duração, as águas das chuvas transbordaram boeiros e causou inundações de várias casas comerciais e residencias, como o caso de uma padaria que fica em um local de superfície baixa pertencente ao Professor Bita, que foi completamente alagado, com a água alcançando aproximadamente 3 metros de altitude, causando perdas de mercadoria e até de maquinários. O prédio da cesta do povo também foi inundada. A força das água alcançou mais de 1 metro em outras localidades próximas e invadiu várias casas levando muito entulho e lixo, além de causar perdas materiais a várias famílias.
Esta não foi a primeira vez que o fato ocorreu na cidade, que sofre com uma rede pluvial ineficiente para escoamento das águas que facilmente transborda com qualquer chuva mais forte. Até agora as autoridades competentes ainda não resolveram o problema. Enquanto isso comerciantes e moradores, terão que suportarem os prejuízos e os transtornos de terem seus estabelecimentos invadidos pelas enxurradas imundas.

Fotos: Blog Ed Santos. Vídeo Lucas para o Blog Ed Santos

ITIRUÇU: CHUVAS CAUSARAM ALAGAMENTOS, INUNDAÇÕES E PREJUÍZOS NA CIDADE (veja fotos e video)

As chuvas que caíram no final da tarde desta terça feira (26) causaram transtornos na cidade de Itiruçu. Após dias de muito calor e ameaças de chuvas, finalmente as águas caíram no município, sendo  em maior volume, suficientes para causar alagamentos, transtornos e prejuízos no centro da cidade. 
Com cerca de 1 hora e meia de duração, as águas das chuvas transbordaram boeiros e causou inundações de várias casas comerciais e residencias, como o caso de uma padaria que fica em um local de superfície baixa pertencente ao Professor Bita, que foi completamente alagado, com a água alcançando aproximadamente 3 metros de altitude, causando perdas de mercadoria e até de maquinários. O prédio da cesta do povo também foi inundada. A força das água alcançou mais de 1 metro em outras localidades próximas e invadiu várias casas levando muito entulho e lixo, além de causar perdas materiais a várias famílias.
Esta não foi a primeira vez que o fato ocorreu na cidade, que sofre com uma rede pluvial ineficiente para escoamento das águas que facilmente transborda com qualquer chuva mais forte. Até agora as autoridades competentes ainda não resolveram o problema. Enquanto isso comerciantes e moradores, terão que suportarem os prejuízos e os transtornos de terem seus estabelecimentos invadidos pelas enxurradas imundas.

videoFotos: Blog Ed Santos. Vídeo Lucas para o Blog Ed Santos

ITIRUÇU: MORADORES DO FETO FECHAM BA EM PROTESTO POR EXCESSO DE POEIRA

Moradores do Povoado da Vila Geraldo Cerqueira (Feto) zona rural de Itiruçu, bloquearam a via que liga o Distrito de Upabuçu ao referido povoado as margens da BA 250, no final da tarde desta segunda feira (25).  O motivos foi a poeira que devido a sua intensidade vinha causando problemas respiratórios em muitas pessoas da comunidade, já à dias. Os moradores inclusive já procuraram a nossa reportagem para pedir a prefeitura providencia, más até agora como as respostas não foram dadas, a população se reuniu e decidiu por fechar a via.
Devido ao bloqueio muitas pessoas que vinham das comunidades de Upabuçu e Vitória tiveram que desviar o caminho pelas Várzeas pela BA 556 tornando o trajeto mais longo em mais de 15 quilômetros.
Após o manifesto, um caminhão pipa foi enviado pela prefeitura para molhara a estrada e os moradores desbloquearam a via que inclusive é demarcada como BA 557 e já foi asfaltada a cerca de 20 anos, más por falta de manutenção ficou apenas na terra. Mesma situação da BA 556 que interliga a BA 250 a região da Várzea.
Um morador contou que se nenhuma medida mais for adotada, outros bloqueios aconteceram. Moradores se queixam da poeira provocada após um recente patrolamento e pedem que um caminhão molhem o trecho para diminuir a poeira e assim os incômodos, bem como as doenças respiratórias.

ITIRUÇU: MORADORES DO FETO FECHAM BA EM PROTESTO POR EXCESSO DE POEIRA

Moradores do Povoado da Vila Geraldo Cerqueira (Feto) zona rural de Itiruçu, bloquearam a via que liga o Distrito de Upabuçu ao referido povoado as margens da BA 250, no final da tarde desta segunda feira (25).  O motivos foi a poeira que devido a sua intensidade vinha causando problemas respiratórios em muitas pessoas da comunidade, já à dias. Os moradores inclusive já procuraram a nossa reportagem para pedir a prefeitura providencia, más até agora como as respostas não foram dadas, a população se reuniu e decidiu por fechar a via.
Devido ao bloqueio muitas pessoas que vinham das comunidades de Upabuçu e Vitória tiveram que desviar o caminho pelas Várzeas pela BA 556 tornando o trajeto mais longo em mais de 15 quilômetros.
Após o manifesto, um caminhão pipa foi enviado pela prefeitura para molhara a estrada e os moradores desbloquearam a via que inclusive é demarcada como BA 557 e já foi asfaltada a cerca de 20 anos, más por falta de manutenção ficou apenas na terra. Mesma situação da BA 556 que interliga a BA 250 a região da Várzea.
Um morador contou que se nenhuma medida mais for adotada, outros bloqueios aconteceram. Moradores se queixam da poeira provocada após um recente patrolamento e pedem que um caminhão molhem o trecho para diminuir a poeira e assim os incômodos, bem como as doenças respiratórias.