sábado, 5 de abril de 2014

Eles conseguiram: Dilma cai, mas os outros não sobem, segundo pesquisa

Deixando a modéstia um pouco de lado, os novos números divulgados na tarde deste sábado pelo Datafolha sobre a corrida presidencial confirmam as previsões feitas esta semana aqui mesmo e no Jornal da Record News: Dilma caiu (de 44 para 38%), mas seus adversários não subiram e, se as eleições fossem hoje, a presidente seria reeleita no primeiro turno.
Os seis pontos perdidos por Dilma são atribuídos pelo instituto ao "pessimismo econômico", resultado de uma blietzkrieg desfechada pela oposição e a mídia aliada nas últimas semanas, colocando o país e a Petrobras à beira de um colapso econômico e administrativo, a tal da crise do fim do mundo anunciada pelos seus principais adversários.
Eles conseguiram atingir um dos seus objetivos, que era o de abalar o franco favoritismo de Dilma, até agora dando um passeio nas pesquisas, mas não foram capazes de transferir os votos perdidos por ela para os oposicionistas Aécio Neves, do PSDB, e Eduardo Campos, do PSB. Com ampla exposição dos dois na mídia nos últimos dias, o senador mineiro continua com os mesmos 16% da pesquisa anterior e o ex-governador de Pernambuco subiu apenas um  ponto, indo de 9 para 10%.
A própria pesquisa acabou induzindo este resultado, ao colocar no questionário várias questões relacionadas a fatos negativos na área econômica antes de perguntar em quem o eleitor pretende votar. Como escrevi aqui, voce pode fazer campanha detonando o adversário ou conquistando votos com suas propostas para fazer um país melhor _ desta segunda parte, os candidatos da oposição até agora não foram capazes.
Mais do que a perda destes seis pontos, que já era esperada, há outros motivos para os estrategistas do Palácio do Planalto acenderem o farol amarelo: para 65% dos eleitores, a inflação vai subir e 63% estão frustrados com a presidente, achando que ela fez menos do que esperavam (um ano atrás eram 34%).
O resultado mais curioso da pesquisa, mostrando que 72% dos entrevistados querem mudanças no governo, revela que o mais indicado para fazê-las é o principal cabo eleitoral de Dilma, o ex-presidente Lula, com 32%. Em segundo lugar, com 17%, vem Marina Silva, que também não é candidata e deve ser vice de Eduardo Campos. A própria Dilma é a preferida de 16% para fazer estas mudanças e seus adversários não conseguem conquistar os descontentes: Aécio tem 13% e Eduardo vem com 7%.
Bem abaixo dos índices de José Serra, quando faltavam, como agora, seis meses para as eleições, em 2010, Aécio mantem a liderança tucana nos mesmos nichos do eleitorado: os mais ricos e os que têm nível de ensino superior.
Como o Ibope já  havia mostrado na semana passada, o Datafolha dá claros sinais de que a presidente Dilma saiu da sua zona de conforto e não pode só continuar jogando na defesa. Por mais fracos que sejam os adversários, Dilma está perdendo terreno para ela mesma, sem que o seu governo reaja, tanto no plano político como no econômico.
O cenário eleitoral agora é absolutamente imprevisível e não aposto um tostão do meu bolso em quem vai ganhar. Qual é a aposta do caro leitor do Balaio?

Com informações: R7

Eles conseguiram: Dilma cai, mas os outros não sobem, segundo pesquisa

Deixando a modéstia um pouco de lado, os novos números divulgados na tarde deste sábado pelo Datafolha sobre a corrida presidencial confirmam as previsões feitas esta semana aqui mesmo e no Jornal da Record News: Dilma caiu (de 44 para 38%), mas seus adversários não subiram e, se as eleições fossem hoje, a presidente seria reeleita no primeiro turno.
Os seis pontos perdidos por Dilma são atribuídos pelo instituto ao "pessimismo econômico", resultado de uma blietzkrieg desfechada pela oposição e a mídia aliada nas últimas semanas, colocando o país e a Petrobras à beira de um colapso econômico e administrativo, a tal da crise do fim do mundo anunciada pelos seus principais adversários.
Eles conseguiram atingir um dos seus objetivos, que era o de abalar o franco favoritismo de Dilma, até agora dando um passeio nas pesquisas, mas não foram capazes de transferir os votos perdidos por ela para os oposicionistas Aécio Neves, do PSDB, e Eduardo Campos, do PSB. Com ampla exposição dos dois na mídia nos últimos dias, o senador mineiro continua com os mesmos 16% da pesquisa anterior e o ex-governador de Pernambuco subiu apenas um  ponto, indo de 9 para 10%.
A própria pesquisa acabou induzindo este resultado, ao colocar no questionário várias questões relacionadas a fatos negativos na área econômica antes de perguntar em quem o eleitor pretende votar. Como escrevi aqui, voce pode fazer campanha detonando o adversário ou conquistando votos com suas propostas para fazer um país melhor _ desta segunda parte, os candidatos da oposição até agora não foram capazes.
Mais do que a perda destes seis pontos, que já era esperada, há outros motivos para os estrategistas do Palácio do Planalto acenderem o farol amarelo: para 65% dos eleitores, a inflação vai subir e 63% estão frustrados com a presidente, achando que ela fez menos do que esperavam (um ano atrás eram 34%).
O resultado mais curioso da pesquisa, mostrando que 72% dos entrevistados querem mudanças no governo, revela que o mais indicado para fazê-las é o principal cabo eleitoral de Dilma, o ex-presidente Lula, com 32%. Em segundo lugar, com 17%, vem Marina Silva, que também não é candidata e deve ser vice de Eduardo Campos. A própria Dilma é a preferida de 16% para fazer estas mudanças e seus adversários não conseguem conquistar os descontentes: Aécio tem 13% e Eduardo vem com 7%.
Bem abaixo dos índices de José Serra, quando faltavam, como agora, seis meses para as eleições, em 2010, Aécio mantem a liderança tucana nos mesmos nichos do eleitorado: os mais ricos e os que têm nível de ensino superior.
Como o Ibope já  havia mostrado na semana passada, o Datafolha dá claros sinais de que a presidente Dilma saiu da sua zona de conforto e não pode só continuar jogando na defesa. Por mais fracos que sejam os adversários, Dilma está perdendo terreno para ela mesma, sem que o seu governo reaja, tanto no plano político como no econômico.
O cenário eleitoral agora é absolutamente imprevisível e não aposto um tostão do meu bolso em quem vai ganhar. Qual é a aposta do caro leitor do Balaio?

Com informações: R7

ITIRUÇU: PREFEITOS FALAM EM UNIDADE REGIONAL EM ENCONTRO DO MERCOVALE


Ocorreu neste sábado (5) no auditório da Câmara de Vereadores de Itiruçu, o terceiro encontro de prefeitos do Consórcio do Vale do Jiquiriçá. O evento reuniu vereadores, secretários e assessores dos municípios participantes do Consórcio. No encontro os prefeitos reclamaram da falta de recursos para cumprir de forma completa suas agendas locais e foram unanimes ao articularem uma ida no dia 11 de abril, à sede da UPB, em Salvador, acompanhados de vereadores e lideranças municipais vão se reunir com senadores, deputados federais e estaduais em favor da votação da Pauta Municipalista e também vão participar e somar esforços na XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios nos dias 12 a 15 de maio.
O anfitrião, Wagner Novaes, disse que é preciso unir os prefeitos na luta pela melhoria de todos os municipios e disse acreditar na força dos municípios através das ações e facilidades em conseguir recursos através da entidade para os municípios. 
Já para Paulo dos Anjos, presidente do consorcio, o  apoio dos municípios envolvidos ajuda na implantação de uma gestão pública moderna já que obras e serviços podem beneficiar a população da região com mais eficiência e por um custo ainda menor. 
Ao meio dia houve o oferecimento aos presentes de um almoço inspirado na culinária italiana com  musica ao vivo  e a participação especial do musico e humorista Renato Fachinne.
Os Prefeitos que estiveram presentes no encontro foram: Wagner Novaes de Itiruçu; Paulo dos Anjos de Maracás; Antonio Sampaio de Irajuba; Zenildo Brandão de Lafaiete Cotinho; Fábio Cristiano de Ubaíra; Zé Afrânio de Santa Inês; Carlinhos de Planaltino; Eduardo Alves de Nova Itarana. Já os Prefeitos de Cravolândia, Lajedo do Tabocal e Mutuípe foram representados por assessores e secretários municipais. 

Fotos: Itiruçu Noticias/Itiruçu Online

ITIRUÇU: PREFEITOS FALAM EM UNIDADE REGIONAL EM ENCONTRO DO MERCOVALE


Ocorreu neste sábado (5) no auditório da Câmara de Vereadores de Itiruçu, o terceiro encontro de prefeitos do Consórcio do Vale do Jiquiriçá. O evento reuniu vereadores, secretários e assessores dos municípios participantes do Consórcio. No encontro os prefeitos reclamaram da falta de recursos para cumprir de forma completa suas agendas locais e foram unanimes ao articularem uma ida no dia 11 de abril, à sede da UPB, em Salvador, acompanhados de vereadores e lideranças municipais vão se reunir com senadores, deputados federais e estaduais em favor da votação da Pauta Municipalista e também vão participar e somar esforços na XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios nos dias 12 a 15 de maio.
O anfitrião, Wagner Novaes, disse que é preciso unir os prefeitos na luta pela melhoria de todos os municipios e disse acreditar na força dos municípios através das ações e facilidades em conseguir recursos através da entidade para os municípios. 
Já para Paulo dos Anjos, presidente do consorcio, o  apoio dos municípios envolvidos ajuda na implantação de uma gestão pública moderna já que obras e serviços podem beneficiar a população da região com mais eficiência e por um custo ainda menor. 
Ao meio dia houve o oferecimento aos presentes de um almoço inspirado na culinária italiana com  musica ao vivo  e a participação especial do musico e humorista Renato Fachinne.
Os Prefeitos que estiveram presentes no encontro foram: Wagner Novaes de Itiruçu; Paulo dos Anjos de Maracás; Antonio Sampaio de Irajuba; Zenildo Brandão de Lafaiete Cotinho; Fábio Cristiano de Ubaíra; Zé Afrânio de Santa Inês; Carlinhos de Planaltino; Eduardo Alves de Nova Itarana. Já os Prefeitos de Cravolândia, Lajedo do Tabocal e Mutuípe foram representados por assessores e secretários municipais. 

Fotos: Itiruçu Noticias/Itiruçu Online

MARACÁS: HOMEM FOI ENCONTRADO MORTO AS MARGEM DE ESTRADA

Um de um homem identificado pelo apelido de Pardal foi encontrado morto na manhã deste sábado (5) em uma plantação de eucalipto, em uma fazendo entre a cidade de Maracás e a localidade de Vale Aprazível. A informação é de que o mesmo era caminhoneiro e segundo a Policia, pelo estado em que estava o corpo e por marcas de frenagem na localidade, tudo leva a crer que o mesmo foi vítima de um atropelamento finalizando com um latrocínio, uma vez que o carro da vítima, modelo Novo Uno, cor preto, placa policial NTP 6464, foi levado.
A Polícia Civil de Maracás está investigando o caso e solicitando informações que leve a elucidação do crime, pelo (73) 3533-2113. A ligação poderá ser sigilosa.

Foto: Vandinho Maracás

MARACÁS: HOMEM FOI ENCONTRADO MORTO AS MARGEM DE ESTRADA

Um de um homem identificado pelo apelido de Pardal foi encontrado morto na manhã deste sábado (5) em uma plantação de eucalipto, em uma fazendo entre a cidade de Maracás e a localidade de Vale Aprazível. A informação é de que o mesmo era caminhoneiro e segundo a Policia, pelo estado em que estava o corpo e por marcas de frenagem na localidade, tudo leva a crer que o mesmo foi vítima de um atropelamento finalizando com um latrocínio, uma vez que o carro da vítima, modelo Novo Uno, cor preto, placa policial NTP 6464, foi levado.
A Polícia Civil de Maracás está investigando o caso e solicitando informações que leve a elucidação do crime, pelo (73) 3533-2113. A ligação poderá ser sigilosa.

Foto: Vandinho Maracás

sexta-feira, 4 de abril de 2014

REUNIÃO DISCUTIU MELHORIAS PARA MOTORISTAS DO MUNICIPIO

Segundo informou o Assessor de Gabinete da Prefeitura de Itiruçu, Marco Novaes, na noite desta última quinta-feira (3), houve uma reunião entre os motoristas da rede municipal,  vereadores Alexandre Maemone, Val Cetano, Nino Mota e Junior Petruquio e o chefe do executivo municipal, Wagner Novaes, onde discutiram melhorias salariais e o aumento das diárias da classe.
O valor pago pela diária atual é de R$ 80 reais.  A gratificação que hoje o município paga aos motoristas é de 40 reais.
Ficou acordado na reunião que a classe receberá um aumento de 60 reais na gratificação salarial, passando a receber R$ 100. Já o valor da diária vai ganhar um aumento de R$ 40 reais, passando a 120 reais.

REUNIÃO DISCUTIU MELHORIAS PARA MOTORISTAS DO MUNICIPIO

Segundo informou o Assessor de Gabinete da Prefeitura de Itiruçu, Marco Novaes, na noite desta última quinta-feira (3), houve uma reunião entre os motoristas da rede municipal,  vereadores Alexandre Maemone, Val Cetano, Nino Mota e Junior Petruquio e o chefe do executivo municipal, Wagner Novaes, onde discutiram melhorias salariais e o aumento das diárias da classe.
O valor pago pela diária atual é de R$ 80 reais.  A gratificação que hoje o município paga aos motoristas é de 40 reais.
Ficou acordado na reunião que a classe receberá um aumento de 60 reais na gratificação salarial, passando a receber R$ 100. Já o valor da diária vai ganhar um aumento de R$ 40 reais, passando a 120 reais.

ITIRUÇU SEDIARÁ O MERCOVALE NESTE SÁBADO

Acontecerá neste Sábado (5) em Itiruçu, mais precisamente no Espaço Kamello o encontro de prefeitos do Vale do Jiquiriçá, o MERCOVALE. O evento deverá começar por volta  das 9h, onde deverá ser debatido as principais medidas a serem tomadas para colocar em pratica a ação de armazenamento e reciclagem dos resíduos sólidos em cada município do território. 

ITIRUÇU SEDIARÁ O MERCOVALE NESTE SÁBADO

Acontecerá neste Sábado (5) em Itiruçu, mais precisamente no Espaço Kamello o encontro de prefeitos do Vale do Jiquiriçá, o MERCOVALE. O evento deverá começar por volta  das 9h, onde deverá ser debatido as principais medidas a serem tomadas para colocar em pratica a ação de armazenamento e reciclagem dos resíduos sólidos em cada município do território. 

PREFEITO DIZ QUE MANIFESTANTES NÃO COMPARECERAM A REUNIÃO ACERTADO NAS NEGOCIAÇÕES

Em contato com nossa redação, o prefeito de Itiruçu Wagner Novaes comentou sobre a reunião convocada com manifestantes da rede estadual de ensino que foram as ruas por três dias reivindicando estadualização de uma escola municipal até então cedida ao estado e devolvida ao município após a Secretaria de Educação da Bahia, definir por lei que só ficaria responsável pelos alunos do segundo grau, deixando os do materna, ensino fundamental 1 e 2 para o município aumentando assim a demanda.
Na conversa o prefeito Wagner lamentou que após os estardalhaços, na hora da conversa, de colocar as diferenças em pratos limpos, apenas representantes dos alunos estiveram presentes e os professores que estavam no comando do movimento simplesmente não compareceram.
O motivo pelo qual não houve presença, nenhum manifestante até o momento se pronunciou.

PREFEITO DIZ QUE MANIFESTANTES NÃO COMPARECERAM A REUNIÃO ACERTADO NAS NEGOCIAÇÕES

Em contato com nossa redação, o prefeito de Itiruçu Wagner Novaes comentou sobre a reunião convocada com manifestantes da rede estadual de ensino que foram as ruas por três dias reivindicando estadualização de uma escola municipal até então cedida ao estado e devolvida ao município após a Secretaria de Educação da Bahia, definir por lei que só ficaria responsável pelos alunos do segundo grau, deixando os do materna, ensino fundamental 1 e 2 para o município aumentando assim a demanda.
Na conversa o prefeito Wagner lamentou que após os estardalhaços, na hora da conversa, de colocar as diferenças em pratos limpos, apenas representantes dos alunos estiveram presentes e os professores que estavam no comando do movimento simplesmente não compareceram.
O motivo pelo qual não houve presença, nenhum manifestante até o momento se pronunciou.

ITIRUÇUENSE VITIMA DE ATROPELAMENTO NO ENTRONCAMENTO DE JAGUAQUARA CONTA COMO ACONTECEU O ACIDENTE

O jovem itiruçuense Claudio Novaes de Almeida de 31 anos, conhecido por Claudinho Batera, que foi vítima de atropelamento no último dia 26 de março de 2014 se recupera bem dos traumas sofridos e foi encontrado por nossa reportagem caminhando pelas ruas da cidade de Itiruçu. Claudinho contou como tudo aconteceu alegando que apesar de ter  problema com álcool não estava bebendo no momento do acidente. Ele disse que estava trabalhando em uma serraria e quando foi atravessar a pista de rolamento da BR 116, foi colhido por veículo de dados ignorado, onde caiu no canteiro desacordado. O jovem contou, ainda quando acordou estava no Hospital Geral Prado Valadares em Jequié, perdendo sangue, uma vez que sofreu algumas fraturas internas, na altura do pescoço.
Claudinho Batera é morador da região da Várzea, zona rural de Itiruçu e ficou bastante conhecido após participar do quadro Agora ou Nunca do Programa de Luciano Huck e do se vira nos 30 do Domingão do Faustão da TV Globo, após um vídeo onde o mesmo tocava uma bateria improvisada feita de latas de tinta.

ITIRUÇUENSE VITIMA DE ATROPELAMENTO NO ENTRONCAMENTO DE JAGUAQUARA CONTA COMO ACONTECEU O ACIDENTE

O jovem itiruçuense Claudio Novaes de Almeida de 31 anos, conhecido por Claudinho Batera, que foi vítima de atropelamento no último dia 26 de março de 2014 se recupera bem dos traumas sofridos e foi encontrado por nossa reportagem caminhando pelas ruas da cidade de Itiruçu. Claudinho contou como tudo aconteceu alegando que apesar de ter  problema com álcool não estava bebendo no momento do acidente. Ele disse que estava trabalhando em uma serraria e quando foi atravessar a pista de rolamento da BR 116, foi colhido por veículo de dados ignorado, onde caiu no canteiro desacordado. O jovem contou, ainda quando acordou estava no Hospital Geral Prado Valadares em Jequié, perdendo sangue, uma vez que sofreu algumas fraturas internas, na altura do pescoço.
Claudinho Batera é morador da região da Várzea, zona rural de Itiruçu e ficou bastante conhecido após participar do quadro Agora ou Nunca do Programa de Luciano Huck e do se vira nos 30 do Domingão do Faustão da TV Globo, após um vídeo onde o mesmo tocava uma bateria improvisada feita de latas de tinta.

ITIRUÇU: PREFEITURA PODERÁ COMPRAR VERDURA DIRETO DO PRODUTOR RURAL PELO PROGRAMA PAA


A Prefeitura de Itiruçu poderá comprar sem necessidade de licitação gêneros alimentícios oriundo de produtores rurais do municípios, ligados a agricultura familiar. Os alimentos devem serem destinados para o cardápio da merenda escolar, segundo informa no Diário Oficial
Atualmente o FNDE do Governo Federal, repassa anualmente aos estados e municípios recursos para compra destes alimentos para as escolas da rede pública levando em conta o número de matriculados no ano anterior. As secretarias estaduais e municipais de Educação devem utilizar pelo menos 30% desse montante em produtos da agricultura familiar, por meio de chamadas públicas, sem necessidade de licitação para o Programa de Aquisição de Alimentos-PAA.
A ação deve ser amplamente divulgada em todo o território, em especial, com o acompanhamento das Secretárias de Agriculturas que devem auxiliar os agricultores e ensinar se preciso a participarem do procedimento de compra, no intuito de aquecer a economia das cidades. Esta medida ajudará no crescimento econômico de Itiruçu, pois fortalecerá e incentivará os produtores a produzirem mais
 Na região municípios como Jaguaquara, Lafaiete e Lajedo do Tabocal já vem desenvolvendo com um certo exito o programa.

ITIRUÇU: PREFEITURA PODERÁ COMPRAR VERDURA DIRETO DO PRODUTOR RURAL PELO PROGRAMA PAA


A Prefeitura de Itiruçu poderá comprar sem necessidade de licitação gêneros alimentícios oriundo de produtores rurais do municípios, ligados a agricultura familiar. Os alimentos devem serem destinados para o cardápio da merenda escolar, segundo informa no Diário Oficial
Atualmente o FNDE do Governo Federal, repassa anualmente aos estados e municípios recursos para compra destes alimentos para as escolas da rede pública levando em conta o número de matriculados no ano anterior. As secretarias estaduais e municipais de Educação devem utilizar pelo menos 30% desse montante em produtos da agricultura familiar, por meio de chamadas públicas, sem necessidade de licitação para o Programa de Aquisição de Alimentos-PAA.
A ação deve ser amplamente divulgada em todo o território, em especial, com o acompanhamento das Secretárias de Agriculturas que devem auxiliar os agricultores e ensinar se preciso a participarem do procedimento de compra, no intuito de aquecer a economia das cidades. Esta medida ajudará no crescimento econômico de Itiruçu, pois fortalecerá e incentivará os produtores a produzirem mais
 Na região municípios como Jaguaquara, Lafaiete e Lajedo do Tabocal já vem desenvolvendo com um certo exito o programa.

ITIRUÇU: JUSTIÇA ELEITORAL ESTARÁ ATENDENDO NOS DIAS 8 E 9 PRÓXIMOS

A Justiça Eleitoral  considerando a a proximidade da data limite para eventuais operações no Cadastro Nacional de Eleitores informa que estará atendendo na Casa da Cultura em Itiruçu, nesta terça e quarta feira, dias 8 e 9 de Abril, das 8 da manhã as 4 da tarde. Se você pretende fazer seu titulo de eleitor, 2ª via ou transferência do titulo, bem como alterações de dados, este é o momento.
Justiça Eleitoral, do Tribunal Eleitoral da Bahia
Juízo da 37º Zona Eleitoral

Ouça o áudio na Voz de Ed Santos:

ITIRUÇU: JUSTIÇA ELEITORAL ESTARÁ ATENDENDO NOS DIAS 8 E 9 PRÓXIMOS

A Justiça Eleitoral  considerando a a proximidade da data limite para eventuais operações no Cadastro Nacional de Eleitores informa que estará atendendo na Casa da Cultura em Itiruçu, nesta terça e quarta feira, dias 8 e 9 de Abril, das 8 da manhã as 4 da tarde. Se você pretende fazer seu titulo de eleitor, 2ª via ou transferência do titulo, bem como alterações de dados, este é o momento.
Justiça Eleitoral, do Tribunal Eleitoral da Bahia
Juízo da 37º Zona Eleitoral

Ouça o áudio na Voz de Ed Santos:

quinta-feira, 3 de abril de 2014

ITIRUÇU: PREFEITO EXPLICA SOBRE MOTIVOS DAS MANIFESTAÇÕES, ENTRE OUTROS TEMAS. OUÇA


Ouça aqui a entrevista do Prefeito Wagner Novaes ao Programa Giro Total da Itiruçu FM.
TEMAS COMO REUNIÃO COM A APLB, INAUGURAÇÃO DO JARDIM, SÃO PEDRO, MURIÇOCAS, ENTRE OUTRAS TAMBÉM FORAM ABORDADOS NA ENTREVISTA 

O Prefeito de Itiruçu Wagner Novaes falou em entrevista ao Programa Giro Total da Itiruçu FM sobre as manifestações dos alunos e alguns professores da rede Estadual que atual no Colégio Municipal Antonio de Souza (CMAFS).
O chefe do executivo municipal explicou a volta do CMAFS ao município se deu por que de acordo  com o Programa de Ação de Parceria Educacional Estado-Município, através do Decreto n° 7.254 de 20/03/1998, posteriormente alterado pelo decreto n° 7.685 de 08/10/1999, permitia o início do processo de municipalização do ensino fundamental. Desta maneira de acordo com a Constituição Federal de 1988, no seu Art. 211 e a Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, definiu que os Municípios incumbir-se-ão de: oferecer à educação infantil em creches e pré-escolas, e, com prioridade, o ensino fundamental I e II, permitindo a atuação em outros níveis de ensino somente quando estiverem atendidas plenamente as necessidades de sua área de competência e com recursos acima dos percentuais mínimos vinculados pela Constituição Federal à manutenção e desenvolvimento do ensino. E que neste ano, a Secretaria de Educação do Estado definiu através de portaria do Diário Oficial do Estado que todo o ensino fundamental 2, da 5ª a 8ª serie passaria para o município, ficando com o estado apenas os alunos do ensino médio, que vai do 1º ao 3º ano do 2º grau. Diante da imposição da lei e com a obrigação do município assumir o ensino fundamental há uma necessidade de que o Colégio Municipal Antônio Francisco de Souza (CMFS), seja devolvido para o município para suprir as necessidades do Ensino Fundamental. Já os alunos do estado que sejam remanejados ao uma repartição do estado, no caso o Colégio Estadual Maria Cândida de Castilho Fontoura em atividade e tido pela Direc 13 como condicional ao ensino, ou então o Colégio Estadual Luis Viana Filho, no momento desativado, más com grande estrutura.
Wagner disse ainda que como democrata respeita as manifestações, más que alguns professores temendo perder os cargos tem feito a cabeça de muitos alunos com ideias inverídicas a respeito do assunto. O prefeito disse ainda, que até junho tinha a intenção assim como a administração anterior de doar o colégio ao estado, más que devido a própria decisão do estado ficava inviavel para o município doar o colégio e consequentemente ficar sem lugar para colocar os mais de 2.500 alunos, uma vez que agora o município receberá também todos os alunos do ensino fundamental 2 do Maria Cândida. Ele ainda conclamou aos alunos e pais dos alunos para uma reunião afim de explicar todo o acontecido.

ITIRUÇU: PREFEITO EXPLICA SOBRE MOTIVOS DAS MANIFESTAÇÕES, ENTRE OUTROS TEMAS. OUÇA


Ouça aqui a entrevista do Prefeito Wagner Novaes ao Programa Giro Total da Itiruçu FM.
TEMAS COMO REUNIÃO COM A APLB, INAUGURAÇÃO DO JARDIM, SÃO PEDRO, MURIÇOCAS, ENTRE OUTRAS TAMBÉM FORAM ABORDADOS NA ENTREVISTA 

O Prefeito de Itiruçu Wagner Novaes falou em entrevista ao Programa Giro Total da Itiruçu FM sobre as manifestações dos alunos e alguns professores da rede Estadual que atual no Colégio Municipal Antonio de Souza (CMAFS).
O chefe do executivo municipal explicou a volta do CMAFS ao município se deu por que de acordo  com o Programa de Ação de Parceria Educacional Estado-Município, através do Decreto n° 7.254 de 20/03/1998, posteriormente alterado pelo decreto n° 7.685 de 08/10/1999, permitia o início do processo de municipalização do ensino fundamental. Desta maneira de acordo com a Constituição Federal de 1988, no seu Art. 211 e a Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, definiu que os Municípios incumbir-se-ão de: oferecer à educação infantil em creches e pré-escolas, e, com prioridade, o ensino fundamental I e II, permitindo a atuação em outros níveis de ensino somente quando estiverem atendidas plenamente as necessidades de sua área de competência e com recursos acima dos percentuais mínimos vinculados pela Constituição Federal à manutenção e desenvolvimento do ensino. E que neste ano, a Secretaria de Educação do Estado definiu através de portaria do Diário Oficial do Estado que todo o ensino fundamental 2, da 5ª a 8ª serie passaria para o município, ficando com o estado apenas os alunos do ensino médio, que vai do 1º ao 3º ano do 2º grau. Diante da imposição da lei e com a obrigação do município assumir o ensino fundamental há uma necessidade de que o Colégio Municipal Antônio Francisco de Souza (CMFS), seja devolvido para o município para suprir as necessidades do Ensino Fundamental. Já os alunos do estado que sejam remanejados ao uma repartição do estado, no caso o Colégio Estadual Maria Cândida de Castilho Fontoura em atividade e tido pela Direc 13 como condicional ao ensino, ou então o Colégio Estadual Luis Viana Filho, no momento desativado, más com grande estrutura.
Wagner disse ainda que como democrata respeita as manifestações, más que alguns professores temendo perder os cargos tem feito a cabeça de muitos alunos com ideias inverídicas a respeito do assunto. O prefeito disse ainda, que até junho tinha a intenção assim como a administração anterior de doar o colégio ao estado, más que devido a própria decisão do estado ficava inviavel para o município doar o colégio e consequentemente ficar sem lugar para colocar os mais de 2.500 alunos, uma vez que agora o município receberá também todos os alunos do ensino fundamental 2 do Maria Cândida. Ele ainda conclamou aos alunos e pais dos alunos para uma reunião afim de explicar todo o acontecido.

DEPUTADO QUER QUE JUSTIÇA APERTE A PETROBRAS, POIS ACHA A GASOLINA MUITO "BARATA"

Capez
O juiz Victorio Giuzio Neto, da 24ª Vara Civil da Justiça Federal de São Paulo, disse não ser possível afirmar que a União está sendo lesada ao obrigar a Petrobras a vender gasolina mais barata para evitar um aumento na inflação. A declaração veio em despacho em um processo ajuizado pelo deputado estadual paulista Fernando Capez (PSDB), que quer obrigar a estatal a revelar a metodologia usada para definir os preços dos combustíveis. Nesta quarta-feira, o juiz Giuzio Neto mandou citar a estatal, que tem agora cinco dias para se manifestar sobre o assunto. Segundo a assessoria de imprensa da Justiça Federal em São Paulo, amanhã deve ser publicada no Diário Oficial a decisão do magistrado, que por enquanto não julgou o mérito da ação. Procurada, a assessoria de imprensa da Petrobras disse que ainda está levantando informações sobre o caso e que a companhia ainda não tem uma posição oficial sobre o assunto. Segundo uma cópia do despacho de Giuzio Neto enviada pela assessoria de Capez, o magistrado diz que “já teve oportunidade de ler, amiúde, que o preço da gasolina atualmente é inferior ao seu custo de aquisição pela Petrobras”. Ele lembra, entretanto, que um aumento nos preços dos combustíveis “constitui forte elemento psicológico de consequências inflacionárias”. Assim, Giuzio alega que o preço da gasolina “deve levar em conta outros elementos, em contexto de uma política econômica realizada com a finalidade de evitar descontrole inflacionário”. “Existe uma interligação tão grande de determinados preços na economia com o fenômeno inflacionário que é impossível, em princípio, concluir pelo prejuízo da União pelo fato da gasolina não ser vendida, em dado momento, pelo preço real”, explica. O deputado tucano afirma que falta transparência na política de preços da Petrobras e a gasolina artificialmente baixa causa prejuízos à companhia e, assim, à União. “A Petrobras é do povo brasileiro e orgulho nacional, mas vale hoje metade do seu patrimônio, graças a tantos desmandos, má gestão e principalmente por estar sendo usada para fins políticos”, diz Capez.

DEPUTADO QUER QUE JUSTIÇA APERTE A PETROBRAS, POIS ACHA A GASOLINA MUITO "BARATA"

Capez
O juiz Victorio Giuzio Neto, da 24ª Vara Civil da Justiça Federal de São Paulo, disse não ser possível afirmar que a União está sendo lesada ao obrigar a Petrobras a vender gasolina mais barata para evitar um aumento na inflação. A declaração veio em despacho em um processo ajuizado pelo deputado estadual paulista Fernando Capez (PSDB), que quer obrigar a estatal a revelar a metodologia usada para definir os preços dos combustíveis. Nesta quarta-feira, o juiz Giuzio Neto mandou citar a estatal, que tem agora cinco dias para se manifestar sobre o assunto. Segundo a assessoria de imprensa da Justiça Federal em São Paulo, amanhã deve ser publicada no Diário Oficial a decisão do magistrado, que por enquanto não julgou o mérito da ação. Procurada, a assessoria de imprensa da Petrobras disse que ainda está levantando informações sobre o caso e que a companhia ainda não tem uma posição oficial sobre o assunto. Segundo uma cópia do despacho de Giuzio Neto enviada pela assessoria de Capez, o magistrado diz que “já teve oportunidade de ler, amiúde, que o preço da gasolina atualmente é inferior ao seu custo de aquisição pela Petrobras”. Ele lembra, entretanto, que um aumento nos preços dos combustíveis “constitui forte elemento psicológico de consequências inflacionárias”. Assim, Giuzio alega que o preço da gasolina “deve levar em conta outros elementos, em contexto de uma política econômica realizada com a finalidade de evitar descontrole inflacionário”. “Existe uma interligação tão grande de determinados preços na economia com o fenômeno inflacionário que é impossível, em princípio, concluir pelo prejuízo da União pelo fato da gasolina não ser vendida, em dado momento, pelo preço real”, explica. O deputado tucano afirma que falta transparência na política de preços da Petrobras e a gasolina artificialmente baixa causa prejuízos à companhia e, assim, à União. “A Petrobras é do povo brasileiro e orgulho nacional, mas vale hoje metade do seu patrimônio, graças a tantos desmandos, má gestão e principalmente por estar sendo usada para fins políticos”, diz Capez.

ITIRUÇU: EMBASA COBRA SEM FORNECER ÁGUA A MAIS DE 15 DIAS EM VÁRIOS BAIRROS DA CIDADE

Moradores da cidade de Itiruçu procurou nossa reportagem para se queixarem da constante falta d'água que vem ocorrendo em vários bairros da cidade.
A EMBASA, responsável pelo abastecimento de água na cidade suspendeu o fornecimento do liquido vital sem aviso prévio e nenhuma explicação, deixando moradores em estado que beira a calamidade. Muitos reclamam de que já estão sem água até para beber. Outros se queixam que atividades comum como fazer comida ou um simples café e até de higiene pessoal já começam a ser afetado.
O que deixa as pessoas revoltadas, é que a EMBASA sempre trata assim seus clientes na cidade e região.
As pessoas estão sendo aconselhadas a se unirem e moverem uma ação na promotoria pública contra a referida empresa, pelo fato de além de negar a prestação de um serviço essencial, lesar o código de defesa do consumidor, quanto cobra por um serviço não prestado, como no caso o fornecimento de água. Moradores relatam que as contas chegam cobrando o consumo mesmo sem cair uma gota d'água.
Eles esperam a parceria das autoridades na luta pelo seus direitos.

ITIRUÇU: EMBASA COBRA SEM FORNECER ÁGUA A MAIS DE 15 DIAS EM VÁRIOS BAIRROS DA CIDADE

Moradores da cidade de Itiruçu procurou nossa reportagem para se queixarem da constante falta d'água que vem ocorrendo em vários bairros da cidade.
A EMBASA, responsável pelo abastecimento de água na cidade suspendeu o fornecimento do liquido vital sem aviso prévio e nenhuma explicação, deixando moradores em estado que beira a calamidade. Muitos reclamam de que já estão sem água até para beber. Outros se queixam que atividades comum como fazer comida ou um simples café e até de higiene pessoal já começam a ser afetado.
O que deixa as pessoas revoltadas, é que a EMBASA sempre trata assim seus clientes na cidade e região.
As pessoas estão sendo aconselhadas a se unirem e moverem uma ação na promotoria pública contra a referida empresa, pelo fato de além de negar a prestação de um serviço essencial, lesar o código de defesa do consumidor, quanto cobra por um serviço não prestado, como no caso o fornecimento de água. Moradores relatam que as contas chegam cobrando o consumo mesmo sem cair uma gota d'água.
Eles esperam a parceria das autoridades na luta pelo seus direitos.

ITIRUÇU: MANIFESTANTES DA REDE ESTADUAL VOLTAM REIVINDICAR DOAÇÃO DE COLÉGIO AO ESTADO


Estudantes e professores da rede estadual de ensino de Itiruçu, voltaram a protestarem na manhã desta quinta, reivindicando que o ensino médio continue no Colégio Municipal Antônio Francisco de Souza (CMFS) em Itiruçu. Nesta manha o manifesto se dirigiu a Prefeitura e a Câmara de Vereadores onde gritavam palavras de ordem, sendo que pouco tempo depois realizarão uma passeata pela principais ruas do centro da cidade. Eles defendem a estadualização do CMAFS. Todavia para se entender o dilema é preciso recordar que a municipalização do ensino Fundamental iniciou desde 1998 com a justificativa de aperfeiçoar os mecanismos de distribuição de responsabilidades entre Estado e municípios, daí criou-se o Programa de Ação de Parceria Educacional Estado-Município, através do Decreto n° 7.254 de 20/03/1998, do então presidente FHC, posteriormente alterado pelo decreto n° 7.685 de 08/10/1999, permitindo o início do processo de municipalização do ensino fundamental. Desta maneira de acordo com a Constituição Federal de 1988, no seu Art. 211 e a Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, a qual define que os Municípios incumbir-se-ão de: oferecer à educação infantil em creches e pré-escolas, e, com prioridade, o ensino fundamental permitindo a atuação em outros níveis de ensino somente quando estiverem atendidas plenamente as necessidades de sua área de competência e com recursos acima dos percentuais mínimos vinculados pela Constituição Federal à manutenção e desenvolvimento do ensino.
Neste ano, a Secretaria de Educação do Estado definiu através de portaria do Diário Oficial do Estado que todo o ensino fundamental 2, da 5ª a 8ª serie passaria para o município, ficando com o estado apenas os alunos do ensino médio, que vai do 1º ao 3º ano do 2º grau. Diante da imposição da lei e com a obrigação do município assumir o ensino fundamental há uma necessidade de que o Colégio Municipal Antônio Francisco de Souza (CMFS), seja devolvido para o município para suprir as necessidades do Ensino Fundamental. Já os alunos do estado que sejam remanejados ao uma repartição do estado, no caso o Colégio Estadual Maria Cândida de Castilho Fontoura em atividade e tido pela Direc 13 como condicional ao ensino, ou então o Colégio Estadual Luis Viana Filho, no momento desativado, más com grande estrutura.

ITIRUÇU: MANIFESTANTES DA REDE ESTADUAL VOLTAM REIVINDICAR DOAÇÃO DE COLÉGIO AO ESTADO


Estudantes e professores da rede estadual de ensino de Itiruçu, voltaram a protestarem na manhã desta quinta, reivindicando que o ensino médio continue no Colégio Municipal Antônio Francisco de Souza (CMFS) em Itiruçu. Nesta manha o manifesto se dirigiu a Prefeitura e a Câmara de Vereadores onde gritavam palavras de ordem, sendo que pouco tempo depois realizarão uma passeata pela principais ruas do centro da cidade. Eles defendem a estadualização do CMAFS. Todavia para se entender o dilema é preciso recordar que a municipalização do ensino Fundamental iniciou desde 1998 com a justificativa de aperfeiçoar os mecanismos de distribuição de responsabilidades entre Estado e municípios, daí criou-se o Programa de Ação de Parceria Educacional Estado-Município, através do Decreto n° 7.254 de 20/03/1998, do então presidente FHC, posteriormente alterado pelo decreto n° 7.685 de 08/10/1999, permitindo o início do processo de municipalização do ensino fundamental. Desta maneira de acordo com a Constituição Federal de 1988, no seu Art. 211 e a Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, a qual define que os Municípios incumbir-se-ão de: oferecer à educação infantil em creches e pré-escolas, e, com prioridade, o ensino fundamental permitindo a atuação em outros níveis de ensino somente quando estiverem atendidas plenamente as necessidades de sua área de competência e com recursos acima dos percentuais mínimos vinculados pela Constituição Federal à manutenção e desenvolvimento do ensino.
Neste ano, a Secretaria de Educação do Estado definiu através de portaria do Diário Oficial do Estado que todo o ensino fundamental 2, da 5ª a 8ª serie passaria para o município, ficando com o estado apenas os alunos do ensino médio, que vai do 1º ao 3º ano do 2º grau. Diante da imposição da lei e com a obrigação do município assumir o ensino fundamental há uma necessidade de que o Colégio Municipal Antônio Francisco de Souza (CMFS), seja devolvido para o município para suprir as necessidades do Ensino Fundamental. Já os alunos do estado que sejam remanejados ao uma repartição do estado, no caso o Colégio Estadual Maria Cândida de Castilho Fontoura em atividade e tido pela Direc 13 como condicional ao ensino, ou então o Colégio Estadual Luis Viana Filho, no momento desativado, más com grande estrutura.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Justiça Comum rebaixa Flamengo para a para 2ª divisão e devolve Portuguesa à série A

Em menos de 24 horas após entrar com uma ação da Justiça comum pedindo a anulação da decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) sobre o Caso Héverton, a Portuguesa conseguiu a primeira vitória. O juiz Miguel Ferrari Junior, da 43ª Vara Cível de São Paulo, despachou uma liminar que obriga a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a recolocar o clube na Série A do Brasileirão.
Entretanto, a decisão não rebaixa o Fluminense, mas sim o Flamengo. A liminar concedida pelo juiz não abrange a perda dos pontos do rubro-negro pela escalação irregular de André Santos. Na tabela oficial da CBF, o Tricolor terminou na 15ª posição. O rival, por sua vez, foi o 16º, enquanto a Portuguesa terminou em 17º após o julgamento do STJD.
O argumento do juiz é de que a CBF desrespeitou o Estatuto do Torcedor ao acatar a decisão do tribunal esportivo e tirar pontos da Lusa. Segundo Ferrari Júnior, "as decisões da Justiça desportiva devem ser motivadas e ter a mesma publicidade que as decisões de tribunais federais".
Caso Héverton - Na última rodada do Brasileirão de 2013, a Portuguesa escalou e colocou em campo o meia Héverton, que havia sido suspenso pelo STJD dias antes. O clube alega que não havia sido informado sobre a decisão e se apoia em um artigo do Estatuto do Torcedor, que pede a publicidade das informações sobre as competições nacionais.
O STJD, no entanto, não aceitou a justificativa da Lusa e puniu o clube com a perda de quatro pontos, conforme o regulamento do Brasileirão. A Portuguesa, então, acabou sendo superada na tabela de classificação para o antes rebaixado Fluminense, que permaneceu na Série A.

Por: Yahoo.com

Justiça Comum rebaixa Flamengo para a para 2ª divisão e devolve Portuguesa à série A

Em menos de 24 horas após entrar com uma ação da Justiça comum pedindo a anulação da decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) sobre o Caso Héverton, a Portuguesa conseguiu a primeira vitória. O juiz Miguel Ferrari Junior, da 43ª Vara Cível de São Paulo, despachou uma liminar que obriga a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a recolocar o clube na Série A do Brasileirão.
Entretanto, a decisão não rebaixa o Fluminense, mas sim o Flamengo. A liminar concedida pelo juiz não abrange a perda dos pontos do rubro-negro pela escalação irregular de André Santos. Na tabela oficial da CBF, o Tricolor terminou na 15ª posição. O rival, por sua vez, foi o 16º, enquanto a Portuguesa terminou em 17º após o julgamento do STJD.
O argumento do juiz é de que a CBF desrespeitou o Estatuto do Torcedor ao acatar a decisão do tribunal esportivo e tirar pontos da Lusa. Segundo Ferrari Júnior, "as decisões da Justiça desportiva devem ser motivadas e ter a mesma publicidade que as decisões de tribunais federais".
Caso Héverton - Na última rodada do Brasileirão de 2013, a Portuguesa escalou e colocou em campo o meia Héverton, que havia sido suspenso pelo STJD dias antes. O clube alega que não havia sido informado sobre a decisão e se apoia em um artigo do Estatuto do Torcedor, que pede a publicidade das informações sobre as competições nacionais.
O STJD, no entanto, não aceitou a justificativa da Lusa e puniu o clube com a perda de quatro pontos, conforme o regulamento do Brasileirão. A Portuguesa, então, acabou sendo superada na tabela de classificação para o antes rebaixado Fluminense, que permaneceu na Série A.

Por: Yahoo.com

ITIRUÇU: ALUNOS DA REDE ESTADUAL PROTESTAM CONTRA TRANSFERÊNCIA DE COLÉGIO E DIALOGAM COM ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL


Alunos do ensino médio da rede estadual de ensino do Colégio Antonio Francisco de Souza (CMAFS) em Itiruçu, protestaram na manhã desta quarta-feira (02), contra o remanejamento da turma, ao Colégio Estadual Maria Cândida de Castilho Fontoura, uma vez que o CMAFS que é do município e estava cedido ha anos ao estado voltou as mãos do municípios. A decisão se deu após o estado baiano decretar que a partir deste ano não iria mais ofertar aulas para alunos do ensino fundamental do 6º ao 9º ano. Só ficando assim com aulas para do 1º ao 3º ano do ensino médio. O município de Itiruçu tendo em vista a necessidade de expandir o ensino fundamental, tomou a decisão de aproveitar o espaço do CMAFS agora devolvido ao município para ali impulsar o ensino fundamental para alunos que outrora estavam no Colégio Municipal Cid Alves e no próprio Maria Cândida que agora só contará com alunos do 1º, 2º e 3º ano do ensino médio.
Os alunos protestam contra a infraestrutura da Escola Maria Cândida e alegando que a instituição não oferece condições de espaço para acolher os cerca de 350 alunos do CEMAFS. Eles dirigiram o protesto e culpavam o município pela não estadualização do Colégio Antonio Francisco de Souza.
O professor César que estavam com os alunos, disse que o Maria Cândida foi construído no início dos anos 80 em uma Unidade H, que era para o primeiro ano menor, de 1º a 4º série, depois conseguiram transformar de 5º a 8º série.  Hoje querem transformar em segundo Grau em salas que não cabem nem 30 alunos.  É isso que nós estamos protestando, pois com a área que nós temos com 45 alunos em cada sala em 70% da aula coberta e vamos para uma área que nem cobertura tem.  
Em resposta a direção da Escola Maria Cândida afirmou que reuniu-se com os pais e responsáveis dos alunos para explicar a municipalização do Antonio Francisco, e que já foi publicada no diário oficial a transferência dos alunos da referida escola para o Maria Cândida, mediante a ação da Secretária de Educação do Estado da Bahia.  A Escola afirma que a estrutura existente comporta sim todo o aluno do ensino médio.
A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itiruçu, manteve contato com os estudantes e professores, convidando os lideres do protesto  a conversar com o secretário de administração, Diógenes Serra, que em reunião mostrou-se solidário com a situação e concordou sobre uma reunião com a DIREC13 e com o prefeito Wagner Novaes discutir o impasse.
Lembrando ainda que durante todo momento não houve exaltação dos ânimos e sim tudo ocorreu de forma pacifica. A Policia Militar se fez presente, não para intimidar, más sim para salvaguardar os envolvidos e contornar o trânsito afim de evitar acidentes.

ITIRUÇU: ALUNOS DA REDE ESTADUAL PROTESTAM CONTRA TRANSFERÊNCIA DE COLÉGIO E DIALOGAM COM ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL


Alunos do ensino médio da rede estadual de ensino do Colégio Antonio Francisco de Souza (CMAFS) em Itiruçu, protestaram na manhã desta quarta-feira (02), contra o remanejamento da turma, ao Colégio Estadual Maria Cândida de Castilho Fontoura, uma vez que o CMAFS que é do município e estava cedido ha anos ao estado voltou as mãos do municípios. A decisão se deu após o estado baiano decretar que a partir deste ano não iria mais ofertar aulas para alunos do ensino fundamental do 6º ao 9º ano. Só ficando assim com aulas para do 1º ao 3º ano do ensino médio. O município de Itiruçu tendo em vista a necessidade de expandir o ensino fundamental, tomou a decisão de aproveitar o espaço do CMAFS agora devolvido ao município para ali impulsar o ensino fundamental para alunos que outrora estavam no Colégio Municipal Cid Alves e no próprio Maria Cândida que agora só contará com alunos do 1º, 2º e 3º ano do ensino médio.
Os alunos protestam contra a infraestrutura da Escola Maria Cândida e alegando que a instituição não oferece condições de espaço para acolher os cerca de 350 alunos do CEMAFS. Eles dirigiram o protesto e culpavam o município pela não estadualização do Colégio Antonio Francisco de Souza.
O professor César que estavam com os alunos, disse que o Maria Cândida foi construído no início dos anos 80 em uma Unidade H, que era para o primeiro ano menor, de 1º a 4º série, depois conseguiram transformar de 5º a 8º série.  Hoje querem transformar em segundo Grau em salas que não cabem nem 30 alunos.  É isso que nós estamos protestando, pois com a área que nós temos com 45 alunos em cada sala em 70% da aula coberta e vamos para uma área que nem cobertura tem.  
Em resposta a direção da Escola Maria Cândida afirmou que reuniu-se com os pais e responsáveis dos alunos para explicar a municipalização do Antonio Francisco, e que já foi publicada no diário oficial a transferência dos alunos da referida escola para o Maria Cândida, mediante a ação da Secretária de Educação do Estado da Bahia.  A Escola afirma que a estrutura existente comporta sim todo o aluno do ensino médio.
A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itiruçu, manteve contato com os estudantes e professores, convidando os lideres do protesto  a conversar com o secretário de administração, Diógenes Serra, que em reunião mostrou-se solidário com a situação e concordou sobre uma reunião com a DIREC13 e com o prefeito Wagner Novaes discutir o impasse.
Lembrando ainda que durante todo momento não houve exaltação dos ânimos e sim tudo ocorreu de forma pacifica. A Policia Militar se fez presente, não para intimidar, más sim para salvaguardar os envolvidos e contornar o trânsito afim de evitar acidentes.

DIA DO AUTISTA SERÁ MARCADO COM PASSEATA CICLISTA EM ITIRUÇU

Nesta quarta feira (2) é comemorado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Em Itiruçu, o dia foi lembrado e na noite contará com uma passeada de ciclistas por todos os bairros da cidade.
A passeata está previstas para as 18:30, saindo da Prada Adson Pires. As pessoas estarão vestidas da cor azul, que representa o Autismo. 
O autismo é fundamentalmente uma forma particular de se situar no mundo e, portanto, de se construir uma realidade para si mesmo.
Associado ou não a causas orgânicas, o autismo é reconhecível pelos sintomas que impedem ou dificultam seriamente o processo de entrada na linguagem para uma criança, a comunicação e o laço social.
As estereotipias, as ecolalias, a ausência de linguagem, os solilóquios, a auto agressividade, a insensibilidade à dor ou a falta de sensação de perigo, são alguns dos sintomas que mostram o isolamento da criança ou do adulto em relação ao mundo que o rodeia e sua tendência a bastar-se a si mesmo.

DIA DO AUTISTA SERÁ MARCADO COM PASSEATA CICLISTA EM ITIRUÇU

Nesta quarta feira (2) é comemorado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Em Itiruçu, o dia foi lembrado e na noite contará com uma passeada de ciclistas por todos os bairros da cidade.
A passeata está previstas para as 18:30, saindo da Prada Adson Pires. As pessoas estarão vestidas da cor azul, que representa o Autismo. 
O autismo é fundamentalmente uma forma particular de se situar no mundo e, portanto, de se construir uma realidade para si mesmo.
Associado ou não a causas orgânicas, o autismo é reconhecível pelos sintomas que impedem ou dificultam seriamente o processo de entrada na linguagem para uma criança, a comunicação e o laço social.
As estereotipias, as ecolalias, a ausência de linguagem, os solilóquios, a auto agressividade, a insensibilidade à dor ou a falta de sensação de perigo, são alguns dos sintomas que mostram o isolamento da criança ou do adulto em relação ao mundo que o rodeia e sua tendência a bastar-se a si mesmo.

MUNICÍPIOS DO VALE DO JIQUIRIÇÁ SERÃO BENEFICIADOS PELO PROGRAMA SEMEAR MAIS BAHIA

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-Ba) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) realizaram nesta terça-feira, 01/04, no auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), o lançamento oficial do Programa “Sanear Mais Bahia”. O evento contou com a participação do presidente do Crea-BA, Marco Antônio Amigo, da superintendente regional da Funasa na Bahia, Glenda Barbosa, da presidente da UPB, Maria Quitéria, e do secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia (SEDUR), Manuel Ribeiro, que representou o governador Jaques Wagner, entre outras autoridades.
O programa vai apoiar o planejamento das ações de saneamento básico em 50 municípios baianos, visando à melhoria das condições de vida das populações que residem em áreas com baixo índice de desenvolvimento.  O secretário de Desenvolvimento Urbano falou sobre a importância da elaboração de um plano que tenha como base as realidades locais para que este seja colocado em prática de forma efetiva. Na região do Vale do Jiquiriçá tivemos cerca de 8 municípios contemplados; são eles: Cravolândia, Itaquara, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Maracás, Mutuípe, São Miguel das Matas e Ubaíra.
O PMSB é obrigatório para o atendimento à lei 11.445/2007, que dá acesso a recursos federais para projetos e obras de saneamento. Os municípios beneficiados foram selecionados a partir de critérios técnicos, tais como: maior percentagem de população rural, menores índices de cobertura por serviços públicos de abastecimento de água, menor IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano).
O Núcleo Intersetorial de Cooperação Técnica (NICT) da Superintendência Estadual da Funasa na Bahia fez a avaliação e a seleção dos municípios. O convênio estabelece, dentre outras obrigações, que os gestores dos municípios escolhidos garantam a participação social em todo o processo de elaboração do Plano. O papel do Crea-Ba será de capacitar equipes nos municípios e assessorar tecnicamente as prefeituras a elaborar o PMSB, além de conduzir todos os eventos de mobilização social e oficinas de elaboração dos produtos.
 Entre as autoridades presentes no evento estavam deputados federais e estaduais, prefeitos dos 50 municípios beneficiados pelo plano, representantes do Ministério Público Federal, da Controladoria Geral da União e do Conselho Estadual das Cidades.

MUNICÍPIOS DO VALE DO JIQUIRIÇÁ SERÃO BENEFICIADOS PELO PROGRAMA SEMEAR MAIS BAHIA

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-Ba) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) realizaram nesta terça-feira, 01/04, no auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), o lançamento oficial do Programa “Sanear Mais Bahia”. O evento contou com a participação do presidente do Crea-BA, Marco Antônio Amigo, da superintendente regional da Funasa na Bahia, Glenda Barbosa, da presidente da UPB, Maria Quitéria, e do secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia (SEDUR), Manuel Ribeiro, que representou o governador Jaques Wagner, entre outras autoridades.
O programa vai apoiar o planejamento das ações de saneamento básico em 50 municípios baianos, visando à melhoria das condições de vida das populações que residem em áreas com baixo índice de desenvolvimento.  O secretário de Desenvolvimento Urbano falou sobre a importância da elaboração de um plano que tenha como base as realidades locais para que este seja colocado em prática de forma efetiva. Na região do Vale do Jiquiriçá tivemos cerca de 8 municípios contemplados; são eles: Cravolândia, Itaquara, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Maracás, Mutuípe, São Miguel das Matas e Ubaíra.
O PMSB é obrigatório para o atendimento à lei 11.445/2007, que dá acesso a recursos federais para projetos e obras de saneamento. Os municípios beneficiados foram selecionados a partir de critérios técnicos, tais como: maior percentagem de população rural, menores índices de cobertura por serviços públicos de abastecimento de água, menor IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano).
O Núcleo Intersetorial de Cooperação Técnica (NICT) da Superintendência Estadual da Funasa na Bahia fez a avaliação e a seleção dos municípios. O convênio estabelece, dentre outras obrigações, que os gestores dos municípios escolhidos garantam a participação social em todo o processo de elaboração do Plano. O papel do Crea-Ba será de capacitar equipes nos municípios e assessorar tecnicamente as prefeituras a elaborar o PMSB, além de conduzir todos os eventos de mobilização social e oficinas de elaboração dos produtos.
 Entre as autoridades presentes no evento estavam deputados federais e estaduais, prefeitos dos 50 municípios beneficiados pelo plano, representantes do Ministério Público Federal, da Controladoria Geral da União e do Conselho Estadual das Cidades.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Itiruçu: Jovem foi preso com 40 pedras de crack pela PM

Por volta de 1h. da madruga desta  terça feira (1) a Policia Militar de Itiruçu, prendeu o jovem Joseilton Nascimento Santos, vulgo Dinho, de 19 anos de idade. A operação aconteceu no Bairro Roberto de Gregório, conhecido como Agarradinho e com o elemento a policia confirma ter encontrado 40 pedras de crack pronto para ser comercializada.
Alguns menores também foram encontrados pela policia em companhia do Dinho. Com eles a policia encontrou um facão, 10 aparelhos celulares, uma câmera fotográfica além de aproximadamente R$ 110 em espécie, provavelmente dinheiro oriundo do tráfico.
Os menores estão sendo ouvidos nesta manhã pelo delegado territórial Dr. Carlos Humberto, onde deverão serem encaminhados para o Conselho Tutelar.
Foto: Itiruçu Online
Matéria Blog Ed Santos

Itiruçu: Jovem foi preso com 40 pedras de crack pela PM

Por volta de 1h. da madruga desta  terça feira (1) a Policia Militar de Itiruçu, prendeu o jovem Joseilton Nascimento Santos, vulgo Dinho, de 19 anos de idade. A operação aconteceu no Bairro Roberto de Gregório, conhecido como Agarradinho e com o elemento a policia confirma ter encontrado 40 pedras de crack pronto para ser comercializada.
Alguns menores também foram encontrados pela policia em companhia do Dinho. Com eles a policia encontrou um facão, 10 aparelhos celulares, uma câmera fotográfica além de aproximadamente R$ 110 em espécie, provavelmente dinheiro oriundo do tráfico.
Os menores estão sendo ouvidos nesta manhã pelo delegado territórial Dr. Carlos Humberto, onde deverão serem encaminhados para o Conselho Tutelar.
Foto: Itiruçu Online
Matéria Blog Ed Santos

segunda-feira, 31 de março de 2014

VEJAM FOTOS DA MANIFESTAÇÃO PELA EMANCIPAÇÃO DO ENTRONCAMENTO DE JAGUAQUARA (STELLA DUBOIS)

De forma organizado e ordeira, mais de 1.000 pessoas fizeram uma manifestação, parando a BR 116, em reivindicação por sua independência politico-administrativo. Pela derrubada do veto. E pela certeza que só caminhando com suas próprias pernas terá mais saúde, educação, segurança, infraestrutura, etc.
Vários cidadãos e cidadãs daquela comunidade foram as ruas, entre comerciantes, empresários, trabalhadores, estudantes e comunicadores como Márcio Lima, Joca Santos e Roberto Brito, levaram a todos os presentes, palavras de incentivo pela luta emancipalista.
Veja o nosso slide de mais de 30 fotos do evento:

VEJAM FOTOS DA MANIFESTAÇÃO PELA EMANCIPAÇÃO DO ENTRONCAMENTO DE JAGUAQUARA (STELLA DUBOIS)

De forma organizado e ordeira, mais de 1.000 pessoas fizeram uma manifestação, parando a BR 116, em reivindicação por sua independência politico-administrativo. Pela derrubada do veto. E pela certeza que só caminhando com suas próprias pernas terá mais saúde, educação, segurança, infraestrutura, etc.
Vários cidadãos e cidadãs daquela comunidade foram as ruas, entre comerciantes, empresários, trabalhadores, estudantes e comunicadores como Márcio Lima, Joca Santos e Roberto Brito, levaram a todos os presentes, palavras de incentivo pela luta emancipalista.
Veja o nosso slide de mais de 30 fotos do evento: